Giroud quer deixar o Chelsea em janeiro

Avançado francês assume vontade de olho no Europeu

• Foto: Reuters

O avançado francês Olivier Giroud assumiu esta terça-feira, em declarações ao 'Le Dauphine Libere', a sua intenção de deixar o Chelsea na reabertura do mercado de transferência, já que procura garantir minutos de jogo no que falta de temporada de forma a manter o seu lugar na seleção francesa para o Europeu de 2020. Giroud, refira-se, é neste momento o terceiro na hierarquia de avançados dos blues, atrás de Tammy Abraham e Michy Batshuayi.

"Será difícil ficar no Chelsea. Vou falar com o treinador, mas é provável que haja uma mudança, pois não tenho o tempo de jogo necessário. De momento sou jogador do Chelsea, clube pelo qual ainda tenho alguns jogos para jogar antes da reabertura do mercado. Depois disso vamos falar e encontrar uma solução. França é um possível destino", assumiu o avançado, de 33 anos, que chegou ao Chelsea na época passada, proveniente do Arsenal.

"Estou a ter cada vez menos minutos e há uma enorme expectativa à minha volta em relação à seleção nacional. O Europeu é uma prioridade e poderá mesmo ser o meu último desafio pela seleção. Tenho o meu foco nessa prova e vou fazer tudo para lá estar", acrescentou Giroud, que na presente temporada totaliza apenas sete partidas, num total de 282 minutos.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.