Guarda-redes que comeu sandes no banco diz que ia para o Arsenal se lhe dessem... seis pastéis

Wayne Shaw foi estrela de programa da TV britânica nesta terça-feira

Wayne Shaw com Piers Morgan, apresentador do programa da ITV que é adepto do Arsenal
• Foto: Piers Morgan/Twitter

O presidente do Sutton United parece que tinha razão sobre Wayne Shaw, treinador-jogador do clube que comeu uma sandes no decorrer do jogo da Taça de Inglaterra frente ao Arsenal, na noite de segunda-feira. Bruce Elliott disse que a fama tinha subido à cabeça do veterano guarda-redes... e, na manhã desta terça-feira, lá estava Shaw no 'Good Morning Britain' da ITV, como um dos convidados do conhecido apresentador Piers Morgan.

No registo bonacheirão com que já tinha comentado o episódio, o guarda-redes arrancou gargalhadas à equipa da estação de televisão britânica em vários momentos, sobretudo quando afirmou que assinaria pelo Arsenal, clube de que Piers Morgan é adepto, a troco de seis pastéis da Cornualha - não disse qual o recheio que preferia, mas pode supor-se com elevado grau de certeza que será carne.

Wayne Shaw entrou no estúdio vestindo caças de fato de treino e t-shirt do Sutton United e foi apresentado como "The Piemaster" - sabe-se lá por que razão... "Estamos a falar de Messi, Ronaldo e Wyane Shaw", começou Piers Morgan.

"Temos um grande problema com a nossa defesa atualmente. Mas acho que nos conseguíamos safar com uma unidade de peso como tu na baliza. Estás disponível para uma transferência? Será que eu posso ajudar nisso?", desafiou depois o apresentador, obtendo resposta pronta: "O meu contrato está quase no fim, por isso estou disponível para analisar propostas!"

Piers Morgan insistiu: "A maioria dos nossos jogadores recebe 40 mil libras por dia, o que me parece pouco. O que é que é preciso fazer para te levar a ti e às tuas tartes do Sutton para o Arsenal?"

Apontando para uma travessa de pastéis que estava na mesa, o guarda-redes replicou: "Penso que mais dois desses que aí estão!"

"Deixa-me ver se percebi bem, assinas pelo Arsenal por seis pastéis da Cornualha?", questionou o apresentador. "É isso mesmo!", respondeu Wayne Shaw.

Num registo sério, o futebolista amador, de 45 anos, negou que a hipótese da fama lhe tenha subido à cabeça e fez o mesmo em relação à suspeitaa sobre o episódio da sandes comida no banco ter resultado de um repto lançado por casa de apostas: "Tem sido uma loucura, mas é como já disse, sem os rapazes [do plantel] eu nem sequer estaria aqui sentado [no estúdio]."

"Penso que poucas pessoas sabiam [da aposta estar disponível], talvez uns quantos amigos e adeptos. Como é óbvio, nós [jogadores] não estamos autorizados a fazer apostas. Foi apenas uma pequena brincadeira para eles, algo que sirva para que possas dizer que estiveste lá e conseguiste de volta o preço do bilhete", explicou, numa versão diferente face ao que adiantara logo após o jogo:

"Alguns dos rapazes disseram-me: 'afinal o que é que se passa os 8-para-1 sobre comer a sandes?' E eu respondi: 'Não faço ideia, não comi nada no dia inteiro, por isso talvez coma mais tarde. Pensei em brincar com eles e fui para a frente com essa ideia. As substituições estavam todas feitas e estávamos a perder por 2-0 [81 minutos]."

Por António Espanhol
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.