Guardiola confessa: «Este não foi o nosso melhor dia»

Treinador do Manchester City lamentou desorganização da equipa frente aos Wolves

• Foto: Action Images

Não é normal quando se vê o Manchester City perder, mas o facto é que isso aconteceu este domingo, em jogo relativo à 8.ª jornada da Premier League, ao ser surpreendido (0-2) em pleno Etihad Stadium, com dois golos de Adama Traoré. 

A equipa de Bernardo Silva (entrou aos 60') e João Cancelo (titular) não conseguiu levar a melhor sobre o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, que conseguiu travar o 'portentoso' ataque dos citizens e Guardiola explicou o porquê.

"Não foi o nosso melhor dia. Começamos bem a partida, nós quisemos ser pacientes com o nosso jogo até porque sabíamos o quão bons eles [Wolverhampton] são a defender. Deixamos eles chegarem com perigo por duas vezes à nossa baliza e isso tornou-nos um pouco nervosos e a partir daí o nosso processo de construção de jogo não foi o melhor. Tivemos problemas no contra-ataque e no final foi um mau dia para nós", confessou o técnico espanhol.

Na análise à partida, Guardiola elogiou a exibição da turma liderada por Nuno Espírito Santo, que contou Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho e Rúben Vinagre de início, afirmando que os 'lobos' acabaram por ser "fortes no contra-ataque".

"Eles defenderam bem. Jogaram bolas longas e defenderam, depois foram fortes no contra-ataque. São uma equipa física, uma equipa forte que sabe o quão bons são. Nós sabíamos das qualidades deles e sabíamos como eles marcavam golos, mas não fomos organizados", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.