Guardiola: «Eu como jogador? Era lento, não tinha remate nem drible e era pobre no jogo aéreo»

Treinador do Manchester City não se entusiasma quando revê jogos dos tempos em que era futebolista

• Foto: Reuters

Pep Guardiola é hoje um dos melhores treinadores do Mundo mas, não obstante nos seus tempos de jogador ter atuado em clubes como Barcelona e Roma, o catalão reconhece que não era 'grande espingarda'. Numa entrevista ao 'Post United', realizada por um youtuber espanhol, Guardiola diz mesmo que, se fosse hoje, não seria futebolista "nem a brincar".

"Com 23 ou 24 anos foi quando estive ao meu melhor nível. Era um médio lento, não tinha remate, não tinha drible, o jogo aéreo era pobre, não era rápido... Sobrevivi, a forma de jogar do Barcelona ajudava-me. Às vezes vejo alguns jogos daquela época e penso que hoje não jogaria nem a brincar... Os jogadores de agora estão muito mais bem preparados. A forma como são cuidados, a tecnologia dos treinos, os fisioterapeutas, os médicos...", contou Guardiola.

O técnico falou também de Eden Hazard, o avançado belga contratado pelo Real Madrid e que não está a ter em Espanha o êxito que teve no Chelsea. "Se o Hazard não está a jogar bem, algo se passa no clube. Ele é bom até dizer basta. Não é top, é a seguir. Em Inglaterra nos últimos anos vimos um jogador de classe mundial. Toda a gente precisa de um período de adaptação."

A saída de Cristiano Ronaldo dos merengues deixou mossa e Guardiola considera natural que assim seja. "É inevitável, estes jogadores são transcendentes. Quando o Messi sair, o Barcelona também vai precisar de tempo para se reajustar. É inevitável. Estes jogadores marcam 40 ou 50 golos por temporada."

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.