Guardiola indignado com as críticas a Wenger: «É inaceitável»

Treinador do Manchester City volta a sair em defesa do técnico do Arsenal

• Foto: Reuters

O nome de Arsène Wenger tem estado nas bocas do mundo nos últimos dias. A paciência dos adeptos e mesmo da imprensa parece ter-se esgotado com o treinador do Arsenal. O que precipitou toda esta onda de críticas foi a derrota por 5-1 em Munique, frente ao Bayern, a contar para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Pep Guardiola, treinador do Manchester City, aproveitou o final do jogo para a Taça de Inglaterra frente ao Huddersfield (0-0) para sair em defesa do colega de profissão.

"O que tenho ouvido nos últimos dez dias sobre como os adeptos, os ex-jogadores e os jornalistas têm tratado o Arsène Wenger é inaceitável", começou por referir o técnico espanhol.

A defesa ao treinador dos gunners continua com uma crítica à forma como a profissão é encarada por todos. "O nosso trabalho, neste momento, não tem nenhum respeito por parte de ninguém. É desrespeitoso o que se passa. Nós é que temos de tomar as decisões, mas qualquer um pode dizer o que quer", sublinhou.

Recorde-se que Guardiola tem tido uma relação algo tensa com os media britânicos desde que chegou a Manchester no verão de 2016, tendo tido alguns episódios mais 'azedos' em conferências de imprensa e 'flash interviews'.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.