Ibrahimovic apaga as velas e a chama dos golos

O 35.º aniversário do sueco ficou marcado por críticas ao rendimento no Manchester United

• Foto: EPA

Para uns é um génio, para outros vilão. Ao 35 anos, comemorados ontem, Zlatan Ibrahimovic continua a não gerar consensos e a estar no olho do furacão, numa altura em que o Manchester United vive sob forte tempestade, por causa dos resultados e das exibições. Depois do empate (1-1) caseiro diante do Stoke City, a imprensa inglesa apontou ao ‘velho Ibra’. "Zlatan começa a mostrar sua idade. A falta de ritmo de Ibrahimovic, que foi um dos melhores atacantes do Mundo, fez com que falhasse em várias ocasiões fáceis", escreveu o ‘The Sun’.

Já após o jogo com o Zorya para a Liga Europa, Michael Owen, antigo avançado de Inglaterra e agora comentador, tinha dado o mote às críticas: "A sua movimentação deixa-me desiludido. Fica sempre à espera da bola." Ainda assim, há quem recorde os números desde que chegou a Old Trafford esta época: estreou-se com um golo na Supertaça, contribuindo de forma decisiva para o primeiro título de Mourinho no United; soma quatro na Premier League em sete jornadas e, com o golo ao Zorya, conseguiu mesmo o feito de marcar por sete equipas diferentes nas competições europeias. Para um ‘velho’, não parece nada mal.

Parabéns e provocação

Aliás, a UEFA aproveitou esse registo para endereçar os parabéns a Zlatan. Alguns dos antigos clubes do craque sueco, como o Milan, fizeram questão de assinalar a data e até os adeptos do City aproveitaram ontem o 20º aniversário de Iheanacho para provocar o rival: "Celebramos o nascimento do melhor avançado de sempre da Premier League... e de Zlatan Ibrahimovic", escreveram no Twitter.

Por Aurélio de Macedo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Muitos anticorpos

Klopp é o último a visar o Newcastle, hoje em dia o emblema mais odiado da Premier League

Notícias

Notícias Mais Vistas