Klopp com fortes críticas à UEFA: «Não sei o que tomam ao pequeno-almoço»

Treinador do Liverpool não percebe calendário das provas nem local da final da Liga Europa

• Foto: Action Images

Jürgen Klopp deixou esta sexta-feira fortes críticas à UEFA devido ao calendário da final da Liga dos Campeões e da Liga das Nações, bem como à escolha de Baku para acolher a final da Liga Europa. O treinador do Liverpool frisou que este tipo de decisões pode matar o futebol.

"Dia 1 de junho vamos jogar a final da Liga dos Campeões e no dia 6 há uma prova maravilhosa chamada Liga das Nações. Toda a gente ficou a olhar para mim quando disse que não era boa ideia e agora: ups, surpresa! Duas equipas inglesas na final da Champions. Mas se fosse uma equipa holandesa não seria um cenário melhor. Se não aprendermos a gerir melhor os nossos jogadores do ponto de vista competitivo, vamos matar esta bela modalidade. Agora, são outras pessoas que têm de lidar com isto, não Gareth Southgate, que não tem culpa", referiu o técnico.

O timoneiro dos reds sublinhou que felizmente as coisas não são feitas desta forma na Premier League: "Planear as coisas assim e depois ficar surpreendido por duas equipas de topo chegarem à final da Champions e os seus jogadores estarem na Liga das Nações, é um planeamento muito interessante. Se também fizéssemos as coisas assim, seríamos surpreendidos todas as semanas na Premier League. Graças a Deus não o fazemos".

Baku na mira

A final da Liga Europa vai jogar-se no Azerbaijão, país que Klopp considera estar "do outro lado do Mundo", numa escolha na qual até vê algo cómico tendo em conta o nome da competição.

"Ser em Madrid deve sair caro, mas pelo menos não é do outro lado do Mundo. Ir a Baku para jogar uma final da Liga Europa é engraçado. Não sei o que os tipos que decidem estas coisas tomam ao pequeno-almoço. No ano passado foi em Kiev, uma cidade maravilhosa, mas não o seria se fosse uma equipa russa. E depois é preciso estar tudo preparado. Madrid tem de estar preparada para, sei lá, 200 mil adeptos ingleses. Já sabiam que isto podia acontecer. Mas Baku, nem sei como se vai para lá, se existem sequer voos regulares. Estas decisões têm de ser mais razoáveis. Parece-me uma irresponsabilidade".

Por fim, Klopp também visou a inflação praticada nos preços da hotelaria nas cidades que acolhem as finais europeias: "Não sei como é que fazem isso. Devia haver um acordo nessas cidades para um limite nos preços. Ouvi dizer que um quarto que normalmente custa 100 libras está agora a 2.700. É de loucos".

Recorde-se que o Liverpool vai defrontar o Tottenham em Madrid na final da Liga dos Campeões, ao passo que a Liga Europa será decidida em Baku entre Chelsea e Arsenal.

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.