Lamela nega que recuperação demorada tenha a ver com problema extra-futebol

Especulação em torno do efeito que a morte do cão teve sobre extremo do Tottenham

• Foto: Getty Images

O Tottenham deixou de poder contar com Erik Lamela no final de outubro de 2016 devido a uma lesão numa anca, mas a natureza do problema físico, combinado com o tempo de afastamento levou a começasse a especular nos últimos tempos, com base na influência que a morte de um animal de estimação da família terá tido sobre o extremo.

O internacional argentino acabou por recorrer à página que tem na rede social Twitter para negar estes rumores. "Só para esclarecer que estou nesta altura em Roma a recuperar de uma lesão e não por outro qualquer motivo que não tenha a ver com futebol", escreveu Lamela, acrescentando, num outro tweet: 

"Cada vez com mais saudades de White Hart Lane a cada minuto que passa! Obrigado a todos os que me encorajam todos os dias."

A outra parte desta história é também verdadeira. Simba, o bulldog de Lamela, morreu recentemente, o que levou o jornal 'The Sun' a colocar este facto como motivo para a demorada recuperação do futebolista do Tottenham. 


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0