Lehmann culpa bola por derrota na Liga dos Campeões que coroou o FC Porto de Mourinho

Antigo guarda-redes do Arsenal recorda jogo contra o Chelsea em 2004

• Foto: Reuters

O antigo guarda-redes alemão Jens Lehmann, lenda do Arsenal, recordou em entrevista à 'BeinSport' a temporada 2003/2004 - em que a sua formação foi apelidada de 'Invencíveis' -, quando conquistou a Premier League sem sofrer qualquer derrota (26 vitórias e 12 empates). No entanto, nessa época o Arsenal também viu fugir-lhe dois títulos em duas semanas: a Taça de Inglaterra e a na Liga dos Campeões.

Para Lehmann dois motivos ajudam a explicar a eliminação do Arsenal nos quartos de final da Champions, onde encontrou o Chelsea: o calendário e a bola, já que na altura a UEFA tinha substituído a bola Merlin Vapor, usada na fase de grupos, por uma Nike Total 90 Aerow.

"Em 10 dias tivemos que jogar contra as melhores equipas. E nenhuma equipa, por melhor que seja, pode estar ao mais alto nível se jogar a cada dois três dias. Essa foi a nossa desvantagem contra o Chelsea", admitiu, apontando o outro motivo: "Lembro-me que cometi um erro contra o Chelsea porque jogámos com a nova bola da Nike. Foi desviada de tal maneira que não pude impedi-la. Não consegui agarrá-la. E Frank Lampard empatou. Depois, nos últimos minutos, estávamos tão cansados ??que não conseguimos defender o resultado e perdemos o jogo".

O Arsenal, que foi para o intervalo a vencer  por 1-0, com golo de Reyes, foi afastado da prova, em casa, com golos de Lampard e Bridge aos 87'.

Recorde-se que nesse ano, o vencedor da Liga dos Campeões foi o FC Porto, comandado por José Mourinho. Foi a segunda vez que a equipa portuguesa conquistou a prova europeia. Na temporada seguinte, José Mourinho assinou pelo Chelsea e levou o clube de Londres ao sucesso.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas