Liverpool começa a lançar uma moda

Groennemark está a ensinar os pupilos de Klopp a arremessar a bola e crê que tal irá render 15 golos

• Foto: Reuters

"Sei que tenho a profissão mais estranha no mundo do futebol, mas no futuro é provável que já não se passe sem ela." A profecia é de Thomas Groennemark, recém-contratado pelo Liverpool para ensinar aos jogadores a nobre arte de... executar um lançamento de linha lateral.

O dinamarquês de 42 anos defende que o arremesso pode tornar-se uma arma importantíssima no futebol moderno, tal como o pontapé de canto, propondo-se desenvolver uma geração de peritos nesta vertente do jogo. "Um lançamento é como uma bola parada ou um passe à distância. Tem de ser preciso! Se for cinco metros mais comprido ou três mais curto... não funciona! Também não pode descrever uma curva muito alta, pois isso facilita a vida aos defesas e torna mais fácil ao guarda-redes agarrar a bola. O arremesso tem de ser longo, tenso e ‘achatado’. Tem de ser muito bem pensado! Tal como nos cantos, há que pensar na forma como os defesas vão reagir", anota Thomas Groennemark.

Promessa ambiciosa

O nórdico está a trabalhar em ‘part-time’ com o plantel de Klopp e acredita que a sua metodologia pode ajudar o Liverpool a marcar mais 15 golos já esta época. "Não é preciso ir para o ginásio ganhar 10 quilos de músculo para fazer um bom lançamento. É só uma questão de técnica. Até defensivamente é importante executá-lo bem. Há 30 a 50 arremessos por jogo. Se os laterais não dominarem a técnica, a equipa estará sempre a oferecer a bola ao adversário", refere Thomas Groennemark, sonhando com um Mundo repleto de Binyas e Maxis Pereiras.

Emprego surgiu através dos jornais

Klopp fez a proposta de emprego a Groennemark após ter lido artigos sobre ele. "Nunca ouvira falar de treinadores de lançamentos laterais até ter lido várias peças sobre ele nos jornais. Depois de falarmos fiquei com a certeza de que o queria aqui", conta o técnico alemão. Groennemark passou a ministrar lições em Melwood (seniores) e Kirkby (camadas jovens). "Por vezes realizamos duas ou três sessões semanais. Outras vezes passamos a semana toda sem treinar", diz o nórdico, que tem trabalhado imenso com Alexander-Arnold, Robertson, Moreno, Clyne e Gomez. "Se defrontasse o Liverpool pensaria muito bem antes de conceder um lançamento lateral", graceja o escandinavo, cujo trabalho ainda não originou qualquer golo. Klopp, esse, reforçou mais um pouco a equipa técnica, tendo contratado Jack Robinson, ex-treinador de guarda-redes do United.

Do bobsleigh ao livro do Guinness

Thomas Groennemark é dinamarquês, tem 42 anos e há década e meia que se dedica a ensinar os futebolistas a arremessar a bola. Antes de chegar ao Liverpool trabalhou no Viborg, Schalke, Hertha e Midtjylland. Este último clube apontou 10 dos 80 golos na caminhada para o título através do recurso a esta ‘arma’. Thomas Groennemark nunca jogou futebol, tendo praticado, isso sim, bobsleigh e atletismo. Era sprinter nas pistas de tartã. Inscreveu o nome no livro do Guinness, em 2010, ao lançar a bola com as mãos a 51,33 metros de distância.

Por Nuno Pombo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0