Manchester United vai mudar 2.600 cativos para criar 300 lugares para deficientes

Clube anuncia processo complexo e dá recompensas aos adeptos afetados

• Foto: Reuters
O Manchester United vai deslocar 2.600 lugares cativos no seu estádio para criar 300 novos lugares para pessoas com deficiência. O clube inglês anunciou a medida no seu site oficial, onde explicou que o processo demorará três épocas para ficar concluído.

Os red devils informam que consultaram vários arquitetos antes de avançarem para o projeto. Assim, as obras serão feitas durante a próxima temporada, durante a qual serão deslocados os primeiros 800 cativos. Nas duas épocas seguintes serão encontrados os novos lugares para os restantes.

O clube admite o incómodo para os detentores dos lugares, alguns deles com décadas, e, como forma de compensação, criou um pacote de boas-vindas para os adeptos afetados pelas novas localizações. Se não houver um cativo com o mesmo preço, o Manchester United disponibiliza-se a pagar a diferença. Os adeptos vão receber ainda bilhetes para todos os jogos das taças disputados em casa durante uma temporada.

Na mesma nota, o clube explicou ainda que, dado o facto de ter 55.000 lugares cativos (o estádio tem capacidade para pouco mais de 75 mil espectadores), este é um processo complexo e, portanto, requer tempo para ser executado.
Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas