Mourinho atira-se aos comentadores: «Estão obcecados comigo e são mentirosos compulsivos»

Treinador português acrescenta que muitos acordam ao domingo a pensar nele e no Manchester United

• Foto: Manchester United

José Mourinho voltou à sala de imprensa do Manchester United, agora para fazer a antevisão da partida de sábado, com o Watford, e foi novamente confrontado com as críticas que tem sido alvo, em grande parte motivadas pelo mau arranque dos red devils esta época na Premier League. E, bem ao seu estilo, não foi propriamente meigo nas respostas, visando particularmente os comentadores.

Há poucos dias os antigos jogadores, agora comentadores, Alan Shearer e Jaime Carragher, foram unânimes ao considerar que Marcus Rashford devia sair do Manchester United, para longe da influência de Mourinho, no sentido de a sua carreira poder evoluir. O jogador marcou dois golos pela seleção de Inglaterra nesta paragem dos campeonatos.

"Algumas destas pessoas (comentadores e jornalistas) têm dois salários porque trabalham para os clubes e, por isso, não são independentes. Conduzem as coisas da forma como lhes dá jeito. É natural, não é ético, mas aceito. Se acordam de manhã e a primeira coisa que pensam é em José Mourinho e no Manchester United, lamento por eles porque há coisas mais interessantes na vida", começou por dizer o técnico português.

Mourinho não partilha da análise dos comentadores relativamente à gestão da carreira de Rashford. "Para os adeptos do Manchester United o mais importante é que tenham a ideia correta de como as coisas se passam na realidade. Ele é um bom rapaz, um bom jogador e sabe o que o Manchester United fez por ele. Começou aqui, teve o apoio do Van Gaal, tem o meu apoio, o apoio do clube, um novo contrato, uma camisola nova e foi sempre convocado para todos os jogos", referiu, prosseguindo: "Desde que estou aqui nunca foi afastado por decisão técnica, só não foi convocado quando esteve lesionado ou castigado. Nunca foi descartado e ele sabe disso."

O técnico sabia o que esperava e apresentou-se na conferência de imprensa com um papel, onde tinha todos os dados da temporada de Marcus Rashford, que enumerou exaustivamente, mostrando que é uma das suas apostas nos red devils. Depois, deixou uma conclusão sobre os comentadores da Premier League: "Creio que domingo vão criticar-me por não o colocar a jogar amanhã, porque alguns estão realmente obcecados comigo e outros são mentirosos compulsivos. Eles acordam ao domingo de manhã a pensar em José Mourinho. Vão criticar-me por não apostar no Marcus, mas desta vez a culpa não é minha, ele está castigado. O melhor é recordar-lhes isso, ele está suspenso e não pode jogar."  

Mourinho explica queda em Wembley: «Foi um bom mergulho...»


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Campeão em campo neutro

Temendo aglomerações de fãs, a polícia sugere que o Liverpool só atue em Anfield após vencer o título

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0