Record

Mourinho: «Merecemos o castigo da derrota»

Técnico queixa-se do vento mas admite que o Huddersfield foi melhor do que o United

• Foto: Reuters

Após uma série de 12 jogos sem perder (10 vitórias e dois empates), em todas as competições, o Manchester United deixou-se surpreender na visita ao vizinho Huddersfield, que venceu por 2-1. Um desfecho que José Mourinho aceitou com fair play, embora admitindo que as más condições climatéricas, sobretudo um "vento tremendo", acabaram por prejudicar os red devils.

"Quando a melhor equipa ganha, não há nada a dizer. Apenas quero ser o mais honesto e pragmático possível e digo que a melhor equipa venceu", frisou o técnico português no final do encontro em declarações à Sky Sports. "Não estava à espera disto, mas esta foi a realidade do jogo. A equipa que começou com emoção, agressividade, intensidade, vontade - a equipa que estava a jogar o encontro das suas vidas - foi a equipa que ganhou. Por isso, não merecemos mais", acrescentou.

"Talvez na segunda parte tenhamos controlado a partida, mas jogámos contra uma equipa e contra uma ventania incrível. Se tivéssemos um pouco de mais vontade, provavelmente teríamos conseguido o empate, mas honestamente penso que merecemos o castigo da derrota", concluiu José Mourinho, que ficou agora a cinco pontos do líder Manchester City, que bateu o Burnsley (3-0) também este sábado.

Refira-se que o triunfo do Huddersfield, promovido à Premier League este ano (após 45 de ausência), é o primeiro do clube sobre o Manchester United nos últimos 65 anos. Um protagonistas da partida foi o ex-portista Depoitre, que fez o segundo golo dos anfitriões aos 33', depois de Mooy ter inaugurado o marcador aos 28'. Rashford apenas reduziu a 12 minutos do fim.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

M