Record

Mourinho: «Não gosto que se faça um circo quando se ganha»

Referência ao triunfo do United sobre o Bournemouth é indireta ao City de Guardiola?

• Foto: Reuters
Os incidentes no final do Manchester United-Manchester City não foram referidos por José Mourinho mas a frase parece um 'dardo' dirigido a jogadores, técnicos e funcionários do clube rival que na opinião do treinador português exageraram nos festejos do triunfo (2-1) obtido em Old Trafford no passado domingo.

"Não gosto que se faça um circo quando se ganha e estamos felizes por isso. Nem gosto de um ambiente de tristeza quando se perde e não estamos felizes por isso", sublinhou Mourinho destacando a forma como os seus jogadores reagiram à vitória sobre o Bournemouth na quarta-feira, após a derrota frente aos citizens.

"Agrada-me um ambiente emocional equilibrado e foi isso que encontrei aqui [na quinta-feira]. O Bournemouth foi um jogo difícil mas fizemos o nosso trabalho e estivemos à altura das exigências. E depois regressámos à normalidade, como tinha acontecido no dia a seguinte ao jogo com o City - como eu gosto que aconteça. Gosto de equilíbrio", sublinhou Mourinho, dando a reação que Romelu Lukaku ao golo marcado ao Bournemouth como exemplo:

"Também não celebrei. Não festejo golos de forma muito estusiástica. Controlo as minhas emoções. Ainda faltava muito tempo depois golo e em futebol tudo pode acontecer. Não estou a atuar para as câmaras ou para os adeptos. O Romelu marca golos regularmente. Foi um bom golo com 20 minutos para jogar. Talvez outro dia, num dos próximos jogos, ele faça um golo que sinta de forma mais forte. Se marcas um golo que vale a vitória nos últimos minutos, aí sim sim perdes o controlo e reages de forma emotiva."
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

M