Mourinho: «Perdemos com o Hull? Não, não perdemos. Ficou 1-1»

Treinador do United deixa nova indireta a erro de arbitragem

• Foto: Reuters

A derrota do Manchester United na quarta-feira no reduto do Hull (Taça da Liga), que colocou pontos final numa série de 17 jogos da equipa sem perder, continua a não ser admitida por José Mourinho, que assim encontrou espaço seguro para manifestar o descontentamento face a decisões de arbitragem que têm prejudicado os red devils - com críticas diretas, acabaria castigado pela federação inglesa...

"É espantoso estar há 18 jogos sem perder. Perdemos com o Hull? Não, não perdemos. Ficou 1-1! Só vi dois golos! Ainda estamos invencíveis! Porque não conto o primeiro golo? Porque não o vi!", disse o treinador do Manchester United referindo-se ao erro do árbitro Jonathan Moss ao assinalar o penálti que Tom Huddlestone converteu, abrindo marcador no jogo que terminou com o resultado fixado em 2-1 para o conjunto orientando por Marco Silva, mas impedindo os red devils de seguirem em frente para disputar a final da Taça da Liga, frente ao Southampton.

A equipa de Old Trafford recebe este domingo o Wigan (Championship) em partida dos 16-avos-de-final da Taça de Inglaterra, um jogo no qual Mourinho vai lançar de início Sergio Romero (guarda-redes) e Anthony Martial (ataque): "Dei uns dias de folga ao [David] De Gea. Romero será titular e Joel Pereira irá para o banco. Martial? Também irá atuar e se fizer uma exibição magnífica defrontará depois o Hull [quarta-feira, para a Premier League]."

3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.