Mourinho: «Pirei-me de negociar jogadores»

Treinador do United entregou lista de jogadores pretendidos ao CEO em abril

• Foto: Reuters

Depois de ter vivido a "época mais difícil da sua carreira", José Mourinho não se quer envolver em contratações de jogadores. "Farto de futebol", o treinador do Manchester United garante que não o irão ver em estádios até ao arranque da pré-temporada.

"Foi a época mais difícil da minha carreira. Jogámos todos os jogos possíveis menos dois, só não jogámos a meia-final e a final da Taça de Inglaterra. Cheguei farto de futebol ao último dia, cansado de futebol. Prometi que não me iam ver em estádios e pirei-me de negociar jogadores. Entreguei a minha lista ao meu CEO em abril e ele tem até 31 de agosto para me dar aquilo que eu quero... ou não", afirmou esta segunda-feira após ter lecionado uma aula na Faculdade de Motricidade Humana, abordando igualmente o interesse do Manchester United em Lindelöf.

«Dedico-me mais agora do que há 10 ou 15 anos»

Neste regresso a uma casa que tão bem conhece, o treinador português garante que não ensinou "nada" aos alunos: voltou à faculdade para, garantiu, "passar experiência".

"Ainda hoje gostava de estar no lugar deles e não no meu. É sempre interessante aprender, saber como os outros fazem, melhorar sempre. Procuro sempre isso. Estando onde estou e com a experiência que tenho, estou numa posição privilegiada para os ajudar, para lhes abrir os olhos para determinados temas", afirmou aos jornalistas.

E prosseguiu: "Preparo sempre bem a temporada, umas vezes ganho outras não. Dou o melhor de mim, dedico-me sempre cada vez mais - hoje mais do que há 10 ou 15 anos - e é isso que vou continuar a fazer. Ganhando mais ou menos, é isso que faz de mim a pessoas feliz que sou".

Por Sofia Lobato
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.