Mourinho promete o estrelato a Harry Kane

Técnico garantiu que o inglês iria ter o relevo de CR7 no Tottenham e elogiou-lhe a ambição

• Foto: Reuters

José Mourinho pode não ter vencido qualquer troféu na primeira época ao comando do Tottenham, mas deixou marca no plantel. O documentário sobre a temporada dos spurs, ‘All or Nothing’, mostrou uma faceta diferente do Special One que, logo de início, tentou conquistar o balneário dos londrinos. E o técnico, de 57 anos, até prometeu levar Harry Kane ao patamar de Cristiano Ronaldo e Messi.

“Não tenho dúvidas de que és um líder. A minha dimensão é universal e, ao estares ao meu lado, penso que consigo ajudar-te nesse sentido”, frisou Mourinho no primeiro treino dos spurs, recebendo uma resposta perentória do internacional inglês, de 27 anos: “Essa é a minha ambição! Faço coisas boas, mas quero ser como Cristiano e Messi!”. Mou não teve dúvidas de que tal seria possível. “O que não irei aceitar é estar aqui sem vencer algo. Mas sinto que vamos conseguir, por causa de ti”, vincou.

Dier destaca motivação

Após Pochettino ter sido despedido do Tottenham, em novembro de 2019, Mourinho chegou ao clube envolto em alguma suspeição, mas Eric Dier garante que o luso foi uma agradável surpresa.

“Tinha ouvido falar muito sobre ele, mas viver em primeira mão é especial. Está sempre a ‘picar-nos’ para trazer ao de cima o melhor de nós e provarmos que está errado”, disse ao ‘The Athletic’, lembrando um caso especial: “Quando estive suspenso, disse-me: ‘os teus treinos têm sido horríveis desde que foste suspenso’. Esse tipo de coisas mexe connosco”, concluiu.

Special One solta palavrão ao ser criticado

No documentário ‘All or Nothing’ é retratado o arranque de José Mourinho no Tottenham e as críticas não passaram despercebidas. Numa cena específica, o técnico, de 57 anos, ouve um comentador a desvalorizar a opção da direção dos spurs em si para substituir na altura Mauricio Pochettino, o que levou Mou a soltar mesmo um impropério. “Vai-te f****”, exclamou o Special One no seu escritório, enquanto desligava a televisão. De resto, o comentador reiterava que o luso já não tinha a capacidade demonstrada no início da carreira para vencer títulos.

Por Filipe Balreira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.