Mourinho volta a ser acusado de "conduta imprópria"

Treinador do Manchester United pode contestar até sexta-feira

• Foto: Reuters

A Federação inglesa (FA) acusou esta terça-feira José Mourinho de "conduta imprópria" pelos comentários dirigidos ao árbitro Mark Clattenburg no intervalo do jogo com o Burnley que lhe deu ordem de expulsão. O treinador do Manchester United tem agora até sexta-feira, dia 4, para "contestar a acusação", pode ler-se no comunicado divulgado hoje pelo organismo.

Este é o segundo processo contra o técnico português por motivos semelhantes no espaço de uma semana, depois de na véspera do jogo com o Burnley, Mourinho ter ficado a saber que estava de novo sob a mira disciplinar da FA por críticas dirigidas ao árbitro Anthony Taylor, no jogo com o Liverpool. 

Com dois incidentes em tão curto período, e atendendo ao seu passado em Inglaterra, o treinador português arrisca o maior castigo da sua carreira – ao longo da qual já acumulou um total de 13, considerando todos os clubes onde trabalhou.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.