Nani: «Novo contrato no Man. United acabou por ser o pior momento da vida»

Extremo lembra que esperava dar o salto de qualidade... mas acabou preterido

• Foto: Epa

Nani chegou ao Manchester United em 2007 e, em 2013, viu o seu contrato renovado, um sinal que encarou como uma aposta do clube e do qual quis retirar dividendos, tentando subir mais um degrau rumo ao estatuto de indiscutível. Contudo, nessa mesma época, acabou por ser preterido por David Moyes, o novo técnico, e encetou aí a curva descendente em Inglaterra.

"[O novo contrato] poderia ter sido o melhor momento da minha vida mas acabou por ser o pior. Após assinares um contrato desses, pensas que todos estarão ali para te apoiar. Mas acabou por ser o contrário. Depois veio o stress. Estava em baixo e, quando assim é, as lesão aparecem. Foi um mau momento. Foi algo que me desiludiu muito", afirmou o internacional português, numa entrevista ao jornal britânico 'Guardian'.

Com Van Gaal, a situação não melhorou: "Disse-me que se quisesse podia ficar mas que poderia nem ser segunda opção. Disse 'não, estou aqui há muitos anos e é hora de decidir. Quero jogar todos os jogos'".

Alex Ferguson acabou, desta forma, por ser o treinador que mais o marcou no Manchester United, e não só: "Vejo-o como um pai, num primeiro momento irritado e a gritar, mas logo depois a passar a mão na tua cabeça e a dizer 'vamos lá, filho'. Foi difícil lidar com essa postura ao início, porque não o conhecemos, mas depois reconhemos que é para nosso benefício. Se hoje tenho uma mentalidade forte, deve-se muito a ele."

Por João Socorro Viegas
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Mourinho não facilita

Luso prevê um Tottenham forte ante o Ludogorets e a tentar a 5.ª vitória seguida na temporada

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.