Nuno Espírito Santo: «Não foi o melhor jogo de futebol para se ver»

Treinador do Wolverhampton lamentou a ausência de oportunidades de golo para a sua equipa

• Foto: Reuters

O Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, empatou (1-1) na deslocação ao terreno do Olympiacos, orientado por Pedro Martins, num jogo realizado à porta fechada, a contar para a 1.ª mão dos oitavos-de-final da Liga Europa.

No final do encontro, Nuno Espírito Santo lamentou a ausência dos adeptos no estádio, face ao surto de coronavírus, e a pouca eficácia dos lobos diante de uma "equipa muito boa" como o Olympiacos, que esteve reduzida a dez elementos desde o minuto 29, com Rúben Semedo a receber um cartão vermelho após entrada dura sobre Diogo Jota.

"O início do jogo foi estranho. Os níveis de energia não estavam presentes… [faltou] alguém que puxasse pelas equipas. Não foi um bom jogo de futebol. Tivemos controlo e posse de bola, mas não fomos capazes de aliar a isso chances de golo. De certeza que não foi o melhor jogo para se ver", apontou o técnico português, em declarações citadas pela Sky Sports.

Foco dos jogadores num momento difícil como este

"Vamos ser honestos com os jogadores e para com todos sobre aquilo que está a acontecer. Durante o jogo todos eles estiveram focados. O Olympiacos é uma equipa muito boa. Agora temos de pensar no jogo com o West Ham. Temos de continuar a trabalhar. O calendário é apertado", finalizou.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.