«Pensei 'estou aqui há dois dias e já tenho uma canção'»: Bruno Fernandes é o novo ídolo no United

Internacional português tem sido muito acarinhado pelos adeptos dos red devils

A carregar o vídeo ...
Ingleses já fizeram uma música para Bruno Fernandes e até Alex Ferguson foi metido ao barulho

Bruno Fernandes chegou ao Manchester United em janeiro e rapidamente conquistou tudo e todos. Dos companheiros de equipa ao treinador, dos adeptos aos comentadores, todos são unânimes em considerar que o internacional português foi uma mais-valia para os red devils. O jogador, numa entrevista à Sky Sports, mostra-se feliz com a escolha que fez, até porque, segundo recorda, o United foi o clube que sempre quis.

"A decisão foi fácil porque quando tive a oportunidade de vir para cá nem pensei duas vezes. Falei com o Sporting, que aliás já tinha tido algumas negociações com o Manchester United, e quando falaram comigo disse-lhes que o United era a minha primeira escolha, era o que precisava para a minha carreira", recorda o antigo capitão dos leões. 

Embora muitos considerem que a sua chegada a Old Trafford foi uma espécie de bálsamo numa equipa que estava semi-adormecida, Bruno Fernandes discorda. "Vejo a mesma equipa de há um mês. Penso que somos os mesmos, com muita fome de vitórias e vontade de melhorar a cada jogo. Não se trata de mim, é a equipa."

"A equipa precisa do foco, das decisões certas e penso que se eu não tivesse vindo, o Manchester United teria tido os mesmos resultados porque um jogador não muda um grupo. Um grupo muda quando todos puxam para o mesmo lado. Quando cheguei vi uma equipa a puxar para o mesmo lado e eu sou apenas mais um para ajudar."

A verdade é que ainda mal tinha chegado e os adeptos já lhe tinham feito uma canção. "É bom. O apoio que tive dos adeptps desde o primeiro dia tem sido incrível. Depois do primeiro jogo ouvi a canção que tinham feito para mim e pensei 'estou aqui há dois dias e já tenho uma canção...'"

"Sinto que tenho de dar algo aos adeptos, não apenas por causa da canção, mas porque eles deram-me o apoio que eu precisava para ajudar os meus companheiros de equipa. Tenho de retribuir o carinho que me dão. Se não tivesse esse apoio tudo teria sido mais difícil para mim", conclui.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.