«Pensei que tinha chegado a minha hora»: Ferdinand e a assustadora viagem após perder com Portugal

Momento após eliminação da Inglaterra no Mundial'2006, na Alemanha

• Foto: Action Images

As viagens de avião fazem parte da vida de um jogador de futebol, mas nem sempre corre tudo da forma como é previsto acontecer. Quem o diz é Rio Ferdinand, antigo defesa-central do Manchester United e internacional inglês, que recordou uma das piores viagens da sua vida, altura em que chegou mesmo a pensar que ia morrer.

Em declarações ao 'The Sun', o agora comentador desportivo lembrou o momento em que a seleção inglesa regressava ao seu país depois de ter sido eliminada por Portugal, nos penáltis, nos quartos-de-final do Mundial'2006 e enfrentou uma turbulência "anormal", que deixou toda a tripulação do avião em apuros.

"Normalmente estou tranquilo nestas situações, mas foi o pior voo que podem imaginar. Vimo-nos presos num clima terrível e todos pensavam que íamos despenhar-nos. Estávamos todos a chorar", começou por recordar, lembrando ainda a cara de pânico das hospedeiras de bordo.

"Estava sentado perto de Wayne Rooney e Steven Gerrard e das suas mulheres e estavam todos a gritar. Foi uma turbulência anormal. Era uma loucura e toda a gente estava de um lado para o outro e ninguém sabia o que estava a acontecer. Foi nesse momento em que pensei que tinha chegado a minha hora [de morrer], especialmente quando olhei para as hospedeiras de bordo e vi a cara de pânico que tinham", acrescentou.

Rio Ferdinand assume que a atitude da tripulação acabou por tornar tudo ainda mais stressante. "Podes sempre avaliar quão sérias são as situações pelas reações da tripulação e estavam todos com uma cara de pânico e claramente a pensar: 'Estamos fodi***'. Normalmente estou muito tranquilo, mas assim que olhei para eles assustei-me", terminou.

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.