Pep Guardiola: «Não vou mudar a minha forma de jogar»

Após derrota pesada (0-4) em Camp Nou, técnico do City admite que a sua equipa tem de melhorar

• Foto: EPA

A conferência de imprensa de lançamento do encontro deste fim de semana, entre Manchester City e Southampton, ficou marcada pelo jogo da Champions, na quarta-feira, em Camp Nou, frente ao Barcelona, na qual os citizens consentiram uma das mais pesadas derrotas (0-4) da sua história nas competições europeias.

Pep Guardiola, que teve um regresso infeliz ao palco onde se notabilizou, escalpelizou os erros, admitiu que irá promover algumas alterações na forma de jogar do City, mas reconheceu que vai ser difícil mudar de um momento para o outro.

"Temos de melhorar nas áreas. Chegamos pouco e criamos poucas oportunidades, mas penalizam-nos muito. Em Glasgow, na 'Premier'... Isso tem de melhorar. Realmente, não sei como, mas temos de fazê-lo", reconheceu o treinador catalão, lembrando que nem sempre assim acontece.

"Contra o Steaua, ganhámos 6-0, mas criámos muito mais oportunidades, falhámos dois penáltis... mas, contra as equipas grandes, temos muito menos e temos que melhorar", insistiu Guardiola, defendendo que esta melhoria não passa, em seu entender, pela mudança do estilo de jogo.

"Não vou mudar a minha forma de jogar. Gostaria, não?", ironizou o  técnico do Manchester City, prosseguindo: "Pensei nisso muitas vezes, mas a alternativa que me ocorre é muito pior. Antes sair do clube do que mudar a minha ideia. Construir algo é muito difícil."

E há outro aspeto que o espanhol se recusa a desvalorizar. "Jogámos em Barcelona contra uma equipa que atua da mesma forma há 15 anos e está muito acostumada a este tipo de jogos da Champions. Nós vamos tentar construir algo desde o princípio", assumiu o treinador, de 44 anos, confiante de que poderá contar com os seus jogadores na concretização deste objetivo.

"Pelo que sinto, os jogadores seguem-me", garantiu o espanhol, a terminar.

Por João Lopes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas