Peter Schmeichel: «Mourinho não vai desenvolver o United como Sir Alex fez»

Antigo guarda-redes dos red devils analisa momento do clube

• Foto: Luís Manuel Neves
Peter Schmeichel, pai de Kasper Schmeichel (guarda-redes do Leicester) e antiga glória do Manchester United, tem pena de ver os red devils na situação em que estão. Vencedor de cinco títulos da Premier League e uma Liga dos Campeões em Manchester, o antigo guardião dinamarquês refere-se ao United como "família".

"Desde que Sir Alex Ferguson e David Gill (antigo diretor executivo) saíram, o clube tem estado à procura da sua identidade", constatou o antigo guarda-redes do Sporting, em declarações à BBC.

E considera que a sucessão de treinadores que se seguiu não foi positiva. David Moyes rendeu Sir Alex Ferguson e foi despedido ao fim de 7 meses; vieram depois Louis van Gaal, por duas épocas, e  José Mourinho.

"Não percebo qual é a ideia e detesto pensar que somos um clube que despede os seus treinadores. Despedir um tipo depois de 7 meses não é bonito. O Van Gaal não serviu e agora temos o José Mourinho. Três técnicos muito diferentes. Nós estamos habituados a ter um treinador que permanece no cargo por um quarto de século! Esse é o clube que somos", acrescentou.  

Apesar do arranque de época pereclitante, Schmeichel espera que Mourinho se mantenha no cargo. "Quando o contrataram já sabiam o estilo que tinha. Não estou a queixar-me do Mourinho. Ele é o treinador mas não vai ser o tipo que vai desenvolver o clube, como Sir Alex fez."

E depois explicou o que quis dizer. "O Mourinho é o tipo de treinador que fica entre dois e quatro anos e depois segue em frente. Mas se ele ficar 10 anos, o United pode voltar. Espero que fique. Por que não?"
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas