Pochettino: «O futebol não é um drama. Há que reagir sempre com dignidade»

Treinador do Tottenham debaixo de muitas criticas após resultados negativos

Mauricio Pochettino está debaixo de criticas depois de nos últimos dois golos ter sofrido pesadas derrotas - goleado por 7-2 pelo Bayern Munique na Champions e 3-0 pelo Brighton em jogo da Premier League - ainda assim o treinador do Tottenham acredita no seu trabalho e que dará a volta à situação. 

"O futebol não é um drama, é paixão e não podemos separá-lo das emoções. Mas também não podemos transformar um desporto tão fanstástico como o futebol em algo dramático só por causa dos últimos resultados. Há que aprender com as derrotas para sermos capazes de ultrapassar os nossos limites e isso começa por aceitar que não se ganha sempre e que o adversário também trabalha duro e com mérito. Há que reagir sempre com dignidade, seja qual for o resultado, positivo ou negativo", afirmou Pochettino, um dos oradores da Aspire Global Summit, em Doha.  

"Precisamos treinar para preparar as situações de pressão que poderão aparecer nos jogos", sublinhou Pochettino, que revelou contar com o apoio do presidente do Tottenham, Daniel Levy: "Mantemos um relacionamento muito bom e é extraordinário ter esse apoio. Sempre lhe disse que, além de meu presidente, considero-o um amigo."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.