Pochettino prefere ver a mulher em casa

A superstição tem destas coisas...

A superstição tem destas coisas. "Nas últimas semanas, ela não tem vindo a White Hart Lane e eu disse-lhe: ‘É melhor ficares em casa porque continuamos a ganhar’", explicou ontem Mauricio Pochettino, técnico do Tottenham, sobre o discurso feito à mulher Karina antes do jogo de ontem frente ao Millwall para os quartos-de-final da Taça de Inglaterra. E não é que voltou a resultar?

Tudo aconteceu depois dos dois triunfos seguidos em casa para a Premier League, em que os spurs venceram Stoke City (4-0) e Everton (3-2). Neste último jogo, o golo de Dele Alli nos últimos instantes da partida deixou Pochettino completamente... louco. O que levou a mulher Karina a mandar-lhe uma mensagem para o telemóvel logo assim que acabou o jogo: "Que se passou? Perdeste a cabeça. Nunca mais."

"Ela viu o jogo na televisão. Quando eu cheguei a casa, disse-me: ‘Por que razão isto? Ou porquê aquilo?’ mas sempre depois, nunca antes dos jogos", explicou o técnico argentino, de 45 anos, explicando o porquê de preferir ter a mulher em casa sempre que o Tottenham joga em casa. Até agora tem resultado.

Por Hugo Neves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.