Pode um 'candidato' ter um guarda-redes que erra muito? Pergunta para Tottenham e Lloris

Os recordes negativos do francês na Premier League desde 2015/16

Erro de Lloris... golo de Mame Diouf (Stoke City)
• Foto: Reuters

O Tottenham volta esta segunda-feira à ação na Premier League e uma dos interesses marginais à receção ao 'vizinho' londrino do Watford é o regresso de Hugo Lloris à titularidade depois de ceder o lugar a Michel Vorm na Taça de Inglaterra, como foi hábito - os spurs foram eliminados pelo Manchester United nas meias-finais, a 21 de abril.

É que Lloris tem vindo a ser fortemente criticado por comentadores e adeptos devido a um problema muito sério: erros que originam golos do adversário. O internacional francês ostenta um recorde que ninguém quer ter - seja guarda-redes ou jogador de campo -, pois é quem somam mais lances 'fatais' para a sua equipa nas últimas três temporadas, de acordo com a estatística oficial da Premier League.

Os últimos aconteceram recentemente e em jornadas seguidas, 32 e 33, frente a Chelsea e a Stoke City, elevando o total desde 2015/16 para 10, um a mais do que Petr Cech (Arsenal) e três em relação a Simon Mignolet (Liverpool) e Artur Boruc (Bournemouth e Southampton).

O facto destes erros terem acontecido no decorrer desta temporada em três jogos grandes (Chelsea, Arsenal e Manchester City) só serve para deixar os adeptos dos spurs de semblante carregado, pois o clube tem vindo a bater-se pelos lugares cimeiros da Premier League - foi 3.º em 2015/16 e 2.º em 2016/17. Mas há mais motivos de preocupação.

No mesmo período de tempo, o guarda-redes francês cometeu 20 erros que origirinam remates do adversário, número que constitui novo recorde, este mais inquestionável pois o 'rival' mais próximo, de novo Cech, soma menos sete (13) - seguem-se Simon Francis (lateral do Bournemouth) e Eric Dier (central/médio defensivo do Tottenham), ambos com 12, e Erik Pieters (lateral do Stoke City), 11.

A favor de Lloris está o facto do guarda-redes ser forçado a funcionar como 'líbero', condição essencial no sistema de jogo que o Mauricio Pochettino implementou no Tottenham desde que assumiu o cargo de treinador, no verão de 2014.

Na presente temporada, só Ederson (Manchester City) soma mais saídas da área para cortar lances de ataque dos adversários. Foram 40, contra 32 do francês que desde 2015/16 soma 102. Outro dado que une estes dois homens é a saída de bola e distribuição. O problema aqui é que Lloris é dos guarda-redes que mais passes falhou nas últimas três temporadas, 244. Outro recorde negativo...

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.