Renato Sanches no Swansea "sem garantia de minutos de jogo"

Técnico esclarece empréstimo do médio junto do Swansea

• Foto: Luís Manuel Neves

Cedido pelo Bayern Munique ao Swansea até final da temporada, o médio Renato Sanches deverá estrear-se já no próximo domingo pelos galeses, no duelo diante do Newcastle. A possibilidade foi deixada em aberto pelo técnico Paul Clement, que ainda assim aproveitou para deixar a garantia de que, para jogar, o jovem português tem de fazer por merecê-lo.

"Terá dois treinos feitos antes do jogo com o Newcastle. Veremos como chega, mas não creio que haja qualquer problema. Jogou 70 minutos pelos Sub-21 de Portugal e pelo que sei está sempre bem do ponto de vista físico. Antecipo a sua presença no jogo de domingo", começou por dizer Clement, na antevisão ao duelo de domingo.

Relativamente ao entendimento feito com o Bayern, Clement assegurou que não há nenhum acordo para que o médio jogue mais ou menos. "Não há garantias de que terá tempo de jogo. As minhas conversações com o Bayern sugerem isso mesmo. Para jogar terá de ter o mérito do seu lado. É assim que deve ser. Estou contente pelo acordo que conseguimos, mas ao mesmo tempo quis trazê-lo para ajudar. Todos podem ganhar nesta situação", explicou.

De resto, Paul Clement admite que a opção de ser cedido aos galeses teve a ver com a necessidade de jogar mais, algo que poderia não suceder caso saísse para algum dos clubes de topo para o qual era apontado. "Passou do Benfica para o Bayern, dois grandes clubes. Ainda assim, o Bayern é enorme e há muita expectativa. Não jogou nem perto daquilo que o clube gostaria ou esperaria dele. A decisão de vir para cá foi também na possibilidade de ir para outro grande clube europeu e acabar por ficar na mesma situação, jogando apenas 40 a 50% dos jogos. O Bayern quer que ele jogue de forma regular, eu quero que ele jogue de forma regular e ele quer jogar de forma regular. Por isso entendemos que este é o melhor destino para ele. Ainda é jovem, por isso temos de ter cuidado para não lhe colocar muita pressão e expectativas. Resume-se tudo a reencontrar toda a sua confiança e trabalhar com ele do ponto de vista tático e técnico. Creio que será uma grande ajuda para a equipa", finalizou.

Por Fábio Lima
16
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas