Reservas do Manchester United valem milhões

José Mourinho formou o banco mais caro da história da Taça frente ao Blackburn Rovers

• Foto: Reuters

Imagine que é treinador e, ao olhar para as opções no banco, tem um conjunto de jogadores avaliados em... 234 milhões de euros! Parece um cenário bem virtual mas foi mesmo isso que aconteceu com José Mourinho frente ao Blackburn Rovers – triunfo por 2-1–, em que o treinador português conseguiu formar o banco mais caro da história da Taça de Inglaterra.

Com o jovem Dean Henderson e o craque Zlatan Ibrahimovic a não contribuírem para este bolo milionário – o guarda-redes é da formação e o sueco foi adquirido a custo zero –, a história muda de figura quando, ao percorrermos o banco dos red devils, encontramos Pogba (o jogador mais caro de sempre), Shaw, Bailly, Mata e Schweinsteiger. Este valor supera em mais de 30 milhões o anterior recorde, que pertencia ao Manchester City de Pep Guardiola que, diante do Crystal Palace, deixou no banco Claudio Bravo, Stones, Zabaleta, Navas, Fernando, Nolito e De Bruyne.

Esta é mais uma prova da profunda mudança do United desde que Mourinho chegou no verão. Como curiosidade, há um ano Van Gaal tinha no banco frente ao Midtjylland... Poole, Schneiderlin, Pereira, Weir, Keane e Riley.

Já com o Chelsea na mira

Com os red devils a jogarem já amanhã em França a 2ª mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa, frente ao St-Étienne, é o escaldante duelo frente ao Chelsea, nos ‘quartos’ da Taça de Inglaterra, que dá que falar. "Tenho muito em que pensar. Tenho agora St-Étienne, depois a final da Taça da Liga frente ao Southampton, e ainda tenho de lutar pelo top four da liga. Já o Chelsea pode focar-se apenas na Taça, porque já são campeões e não têm mais nada por que lutar...", atirou Mourinho.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas