Rui Pinto decisivo para afastar Manchester City: Football Leaks mostrou patrocínios encapotados

'The Guardian' diz que documentos revelados em 2018 abriram caminho à histórica sanção

O jornal inglês 'The Guardian' adianta que as revelações feitas pela revista alemã 'Der Spiegel' em novembro de 2018 terão sido decisivas para decretar o histórico afastamento do Manchester City das competições europeias. De acordo com aquela publicação, terão sido os documentos providenciados pelo Football Leaks a abrir espaço à investigação iniciada na altura e que agora culmina nesta decisão.

Nesses emails, refira-se, entre outros dados era possível perceber-se que o patrocínio anual da camisola, estádio e academia, no valor de 81,1 milhões de euros, era praticamente suportado na totalidade pelo dono do clube, Sheikh Mansour bin Zayed Al Nahyan, através da sua empresa Abu Dhabi United Group, e que apenas 9,6 milhões saíram dos cofres da Etihad, a companhia aérea.

Num outro email, enviado pelo então CFO do City, Jorge Chumillas, é referido que a Abu Dhabi United Group pagaria 68,5 milhões de euros como "contribuição para as receitas de patrocínio de 2013/14" e, uma vez mais, que apenas 9,6 milhões sairíam dos cofres da Etihad. Dados que terão surgido de uma pequena porção do vasto universo de emails a que Rui Pinto teve acesso.

Manchester City em apuros: todas as contratações no período investigado pela UEFA
2012 - Javi García (médio): 20,2 milhões de euros
2012 - Matija Nastasic (defesa) - 15,2 milhões de euros
2012 - Jack Rodwell (médio) - 15 milhões de euros
2012 - Scott Sinclair (avançado) - 7,8 milhões de euros
2012-  Maicon (lateral) - 3,75 milhões de euros
2012- Costel Pantilimon (guarda-redes) - 3,3 milhões de euros
2012 - David Pizarro (médio) - empréstimo
2012 - Richard Wright (guarda-redes) - sem custos
2013 - Fernandinho (médio) - 40 milhões de euros
2013 - Stevan Jovetic (avançado) - 26 milhões de euros
2013 - Álvaro Negredo (avançado) - 25 milhões de euros
2013 - Jesús Navas (médio) - 20 milhões de euros
2013 - Martín Demichelis (defesa) - 5 milhões de euros
2014 - Eliaquim Mangala (defesa) - 45 milhões de euros
2014 - Fernando (médio) - 15 milhões de euros
2014 - Willy Caballero (guarda-redes) - 8 milhões de euros
2014 - Bruno Zuculini (médio) - 2,5 milhões de euros
2014 - Bacary Sagna (lateral) - sem custos
2014 - Frank Lampard (médio) - empréstimo
2015 - Kevin De Bruyne (médio) - 76 milhões de euros
2015 - Raheem Sterling (avançado) - 63,7 milhões de euros
2015 - Nicolás Otamendi (defesa) - 44,5 milhões de euros
2015 - Wilfried Bony (avançado) - 32,3 milhões de euros
2015 - Fabian Delph (médio) - 11,5 milhões de euros
2015 - Patrick Roberts (avançado) - 7,2 milhões de euros
2015 - Enes Ünal (avançado) - 4,4 milhões de euros
2015 - Florian Lejeune (defesa) - 300 mil euros
2015 - Rubén Sobrino (avançado) - 275 mil euros
2015 - Luke Brattan (médio) - sem custos
2016 - John Stones (defesa) - 55,6 milhões de euros
2016 - Leroy Sané (avançado) - 50,5 milhões de euros
2016 - Ilkay Gündogan (médio) - 27 milhões de euros
2016 - Claudio Bravo (guarda-redes) - 18 milhões de euros
2016 - Nolito (avançado) - 18 milhões de euros
2016 - Marlos Moreno (avançado) - 5,5 milhões de euros
2016 - Gerónimo Rulli (guarda-redes) - 4,7 milhões de euros
2016 - Oleksandr Zinchenko (lateral) - 2 milhões de euros
2016 - Anthony Cáceres (médio) - 320 mil euros
2016 - Pablo Marí (defesa) - 200 mil euros
2016 - Aaron Mooy (médio) - sem custos
2012 - Javi García (médio): 20,2 milhões de euros
2012 - Matija Nastasic (defesa) - 15,2 milhões de euros
2012 - Jack Rodwell (médio) - 15 milhões de euros
2012 - Scott Sinclair (avançado) - 7,8 milhões de euros
2012-  Maicon (lateral) - 3,75 milhões de euros
2012- Costel Pantilimon (guarda-redes) - 3,3 milhões de euros
2012 - David Pizarro (médio) - empréstimo
2012 - Richard Wright (guarda-redes) - sem custos
2013 - Fernandinho (médio) - 40 milhões de euros
2013 - Stevan Jovetic (avançado) - 26 milhões de euros
2013 - Álvaro Negredo (avançado) - 25 milhões de euros
2013 - Jesús Navas (médio) - 20 milhões de euros
2013 - Martín Demichelis (defesa) - 5 milhões de euros
2014 - Eliaquim Mangala (defesa) - 45 milhões de euros
2014 - Fernando (médio) - 15 milhões de euros
2014 - Willy Caballero (guarda-redes) - 8 milhões de euros
2014 - Bruno Zuculini (médio) - 2,5 milhões de euros
2014 - Bacary Sagna (lateral) - sem custos
2014 - Frank Lampard (médio) - empréstimo
2015 - Kevin De Bruyne (médio) - 76 milhões de euros
2015 - Raheem Sterling (avançado) - 63,7 milhões de euros
2015 - Nicolás Otamendi (defesa) - 44,5 milhões de euros
2015 - Wilfried Bony (avançado) - 32,3 milhões de euros
2015 - Fabian Delph (médio) - 11,5 milhões de euros
2015 - Patrick Roberts (avançado) - 7,2 milhões de euros
2015 - Enes Ünal (avançado) - 4,4 milhões de euros
2015 - Florian Lejeune (defesa) - 300 mil euros
2015 - Rubén Sobrino (avançado) - 275 mil euros
2015 - Luke Brattan (médio) - sem custos
2016 - John Stones (defesa) - 55,6 milhões de euros
2016 - Leroy Sané (avançado) - 50,5 milhões de euros
2016 - Ilkay Gündogan (médio) - 27 milhões de euros
2016 - Claudio Bravo (guarda-redes) - 18 milhões de euros
2016 - Nolito (avançado) - 18 milhões de euros
2016 - Marlos Moreno (avançado) - 5,5 milhões de euros
2016 - Gerónimo Rulli (guarda-redes) - 4,7 milhões de euros
2016 - Oleksandr Zinchenko (lateral) - 2 milhões de euros
2016 - Anthony Cáceres (médio) - 320 mil euros
2016 - Pablo Marí (defesa) - 200 mil euros
2016 - Aaron Mooy (médio) - sem custos
2012 - Javi García (médio): 20,2 milhões de euros
2012 - Matija Nastasic (defesa) - 15,2 milhões de euros
2012 - Jack Rodwell (médio) - 15 milhões de euros
2012 - Scott Sinclair (avançado) - 7,8 milhões de euros
2012-  Maicon (lateral) - 3,75 milhões de euros
2012- Costel Pantilimon (guarda-redes) - 3,3 milhões de euros
2012 - David Pizarro (médio) - empréstimo
2012 - Richard Wright (guarda-redes) - sem custos
2013 - Fernandinho (médio) - 40 milhões de euros
2013 - Stevan Jovetic (avançado) - 26 milhões de euros
2013 - Álvaro Negredo (avançado) - 25 milhões de euros
2013 - Jesús Navas (médio) - 20 milhões de euros
2013 - Martín Demichelis (defesa) - 5 milhões de euros
2014 - Eliaquim Mangala (defesa) - 45 milhões de euros
2014 - Fernando (médio) - 15 milhões de euros
2014 - Willy Caballero (guarda-redes) - 8 milhões de euros
2014 - Bruno Zuculini (médio) - 2,5 milhões de euros
2014 - Bacary Sagna (lateral) - sem custos
2014 - Frank Lampard (médio) - empréstimo
2015 - Kevin De Bruyne (médio) - 76 milhões de euros
2015 - Raheem Sterling (avançado) - 63,7 milhões de euros
2015 - Nicolás Otamendi (defesa) - 44,5 milhões de euros
2015 - Wilfried Bony (avançado) - 32,3 milhões de euros
2015 - Fabian Delph (médio) - 11,5 milhões de euros
2015 - Patrick Roberts (avançado) - 7,2 milhões de euros
2015 - Enes Ünal (avançado) - 4,4 milhões de euros
2015 - Florian Lejeune (defesa) - 300 mil euros
2015 - Rubén Sobrino (avançado) - 275 mil euros
2015 - Luke Brattan (médio) - sem custos
2016 - John Stones (defesa) - 55,6 milhões de euros
2016 - Leroy Sané (avançado) - 50,5 milhões de euros
2016 - Ilkay Gündogan (médio) - 27 milhões de euros
2016 - Claudio Bravo (guarda-redes) - 18 milhões de euros
2016 - Nolito (avançado) - 18 milhões de euros
2016 - Marlos Moreno (avançado) - 5,5 milhões de euros
2016 - Gerónimo Rulli (guarda-redes) - 4,7 milhões de euros
2016 - Oleksandr Zinchenko (lateral) - 2 milhões de euros
2016 - Anthony Cáceres (médio) - 320 mil euros
2016 - Pablo Marí (defesa) - 200 mil euros
2016 - Aaron Mooy (médio) - sem custos

Por Fábio Lima
17
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.