Scholes: «O United foi um caos frente ao Liverpool»

Treinador e jogadores ficaram aquém dos padrões do clube

• Foto: Getty Images

O Manchester United prosseguiu o seu caminho errático na noite de quinta-feira ao registar a segunda derrota numa nova série de maus resultados. Este comportamento da equipa quando a temporada se aproxima do final voltou a merecer duras críticas por parte de Paul Scholes, antigo futebolista do clube, que é agora comentador do canal BT Sport.

Na análise ao jogo com o Liverpool, referente à primeira mão dos oitavos de final da Liga Europa, que terminou na derrota dos red devils, Scholes salientou que, em condições normais, o 0-2 deixa a eliminatória em aberto. O problema é que o United não faz parte de um cenário em que as condições sejam normais...

"O United foi um caos. Com o 0-2 eles ainda estão 'vivos', mas quando se representa aquele clube tem de se estar à altura de certos padrões e, na minha opinião, os jogadores estiveram muito aquém deles", afirmou o antigo internacional inglês, relatando a sua experiência no clube de sempre:

"Quando estávamos a crescer, tínhamos grandes exemplos em [Bryan] Robson, [Roy] Keane, [Paul] Ince e [Steve] Bruce. Eles estabeleciam os padrões e nós tínhamos de estar à altura deles e depois fazer o mesmo para outros. Quando  Rio [Ferdinand] e eu jogámos dávamos o exemplo, estabelecíamos os padrões. E o mesmo fez o treinador [Alex Ferguson], para os sucessores David Moyes e Louis van Gaal. E todos eles ficaram aquém dos exemplos que devem dar."

"A grande diferença entre as equipas neste encontro foi que o Liverpool tinha um estilo de jogo e o United não fazia ideia do que estava a tentar fazer. A primeira parte foi chocante e na segunda passaram a jogar com três na defesa, algo que tentaram no ano passado e foi desastroso, tal como voltou a ser esta noite. Colocam o Michael Carrick a médio centro... Ele [Van Gaal] coloca-o no meio, à frente de uma defesa de três. Para onde é que este clube vai?", acrescentou Scholes, encerrando de forma demolidora:

"O pior de tudo é que estes jogadores vão agora pedir desculpas para o Twitter e Facebook [após as derrotas]. Vão mais para dentro de campo e joguem! Estes jogadores frepresentaram um investimento de 300 milhões de libras e não são melhores dos que vieram substituir."

O United, que vinha de uma recuperação muito saudada pelos adeptos, somou a segunda derrota seguida, depois de ter perdido frente ao West Bromwich Albion (0-1), no domingo, em partida da 29.ª jornada da Premier League.

Por António Espanhol
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.