Shaw reconhece que tem de ganhar a confiança de Mourinho

Pedra em cima da polémica que envolveu insultos do irmão ao treinador

• Foto: Reuters
A ausência de Luke Shaw dos eleitos de José Mourinho para o jogo do Manchester United frente ao Chelsea, no domingo, desencadeou uma polémica que teve origem na reação do irmão do lateral-esquerdo através do Twitter, marcada por insultos ao treinador português. Mas Shaw veio agora reconhecer que tem de lutar mais para ganhar um lugar no onze.

"É normal que tenha ficado frustrado no domingo, porque teria adorado jogar naquela partida. Mas não estava destinado a ser assim e, no final, a última decisão cabe sempre do treinador. Obviamente, com a lesão do Éric [Bailly] terei de me chegar à frente e mostrar ao treinador que pode confiar em mim", diantou Shaw, citado pelo jornal 'The Independent', reforçando a ideia com o exemplo do jogo para a Taça da Liga:
"Não estive ao meu melhor nível na primeira parte diante do Manchester City. Pensava que não tinha estado mal, mas parece-me que abordei algumas disputas de bola de forma muito tensa. Depois retifiquei na segunda parte e senti-me muito melhor em campo. Fui mais incisivo e assegurei-me que não o deixava fazer cruzamentos e o jogo acabou por me correr bem."

"Conto jogar no sábado [Burnley], somar mais 90 minutos e um bom resultado", encerrou o lateral-esquerdo.
Por António Espanhol
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Teremos sempre Paris

A Cidade Luz passará a ser, a partir de hoje, uma memória fabulosa para Liverpool ou Real

Notícias

Notícias Mais Vistas