UEFA deixa aviso ao Manchester City

Órgão pode reabrir casos de fair play financeiro na sequência das revelações do Football Leaks

• Foto: Action Images
A UEFA deixou ontem em cima da mesa a possibilidade de reabrir casos que possam não ter sido devidamente tratados previamente sobre o fair play financeiro, entre eles o do Manchester City.

Em comunicado, o organismo que rege o futebol europeu admite que "se novas informações sugerirem em que casos anteriores não foram corretamente tratados, estes poderão ser reabertos, no contexto das revelações feitas pelo Football Leaks, poderá voltar a estudar a situação financeira dos clubes europeus", diz a UEFA.

A entidade reafirmou que todos os anos faz "uma avaliação a todos os clubes em termos de equilíbrio económico", mas, "se novas informações forem reveladas, irá confrontar-se valores fornecidos anteriormente", exigindo "explicações, esclarecimento ou desmentidos por parte dos ditos clubes".

Isto surge na sequência de informações do Football Leaks sobre a ineficácia da regra nos casos de PSG e Man. City. Os dois clubes são acusados de tentarem ‘fintar’ o controlo financeiro, tendo os citizens alegadamente "branqueado mais de seis milhões de euros de injeções de dinheiro" de patrocinadores, sendo que, na altura, Gianni Infantino, então na UEFA, terá protegido estas ilegalidades. Aliás, o City pagou só uma multa de 20 milhões de euros, enquanto clubes ‘pequenos’ foram sancionados das provas UEFA.
Por Filipe Balreira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas