United perdeu com o Chelsea, foi para o aeroporto... e não tinha avião

Comitiva viajou de autocarro e só chegou a Manchester às 4 da manhã

• Foto: Reuters

O Manchester United foi eliminado da Taça de Inglaterra pelo Chelsea (0-1) na noite de segunda-feira, em Londres, e uma das mensagens que José Mourinho passou na conferência de imprensa dizia respeito ao pouco tempo que os jogadores dispunham para descansar, tendo em vista a segunda mão dos oitavos-de-final da Liga Europa frente ao Rostov (quinta-feira, em Old Trafford). O treinador português estava longe de imaginar o que o esperava um par de horas após ter proferido estas declarações...

O episódio é fácil de explicar, mas difícil de entender tendo em conta o que se espera de um clube com a dimensão do United em termos organizativos: a comitiva dos red devils chegou ao aeroporto de Heatrow, que fica a cerca de uma hora de carro do centro de Londres, por volta das 23h30 e não tinha à sua espera o avião que fora alugado - alguns órgãos de comunicação social ingleses noticiaram que o 'charter' se atrasou num outro serviço.

Mourinho ficou lívido quando o informaram que o voo só se poderia realizar para lá das 2h30 da manhã. A soçução foi fazer os mais de 300 quilómetros de viagem de autocarro, tendo jogadores, equipa técnica e dirigentes chegado a Manchester depois das 4 da manhã.

Portugueses e ingleses têm provérbios para o que sucedeu em Heatrow nas primeiras horas de terça-feira: 'misfortunes never come singly', ou 'uma desgraça nunca vem só'...

Por António Espanhol
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.