United supera City por Gabriel Jesus

Mourinho quer craque brasileiro

• Foto: EPA

Aos 19 anos, o jovem avançado Gabriel Jesus, do Palmeiras, continua a provocar uma grande disputa entre clubes europeus pelo seu passe e, segundo a imprensa brasileira, quem leva vantagem por agora é o Manchester United. O clube liderado por José Mourinho fez uma oferta de 35 milhões de euros, superando a do Manchester City em três milhões, sendo esta a mais aliciante que o Palmeiras recebeu.

Além dos 35 milhões de euros, o United propõe ainda 2,5 milhões de salário anual para o futebolista. Do montante da transferência, 20 milhões de euros seriam para o Palmeiras, enquanto os restantes 15 seriam divididos entre o jogador e os respetivos empresários. Refira-se que o Man. United nem tinha necessidade de elevar tanto a fasquia, uma vez que o clube integra um lote de cinco – juntamente com Real Madrid, Barcelona, Bayern e PSG – que podem negociar o jogador por 24 milhões de euros. Mas Mourinho não quer correr o risco de perder o avançado e dá mais dinheiro para convencer o Palmeiras.

Ainda assim, o futuro do jovem craque só deverá ficar definido após os Jogos Olímpicos e o Palmeiras não abdicará de o libertar apenas no fim do Brasileirão 2016 – que lidera isolado –, ou seja, no fim de dezembro. Quer isto dizer que o clube que assegurar os serviços do jovem talento só poderá contar com ele em janeiro de 2017.

Mahrez associado ao Arsenal

Ontem, o nome de Ryad Mahrez foi apontado como possível reforço do Arsenal por 50 milhões de euros, após Wenger ter sido visto a falar com o agente do craque argelino. Contudo, parte da imprensa inglesa revelou que o empresário de Mahrez é o mesmo de... Jean-Ricner Bellegarde, jovem médio do Lens que Wenger deseja.

Por Hugo Neves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.