Vardy quis deixar o Leicester para ser 'mestre da farra' em Ibiza

Treinador Craig Shakespeare ajudou a fazer avançado mudar de ideias

Vardy, com Shakespeare, num treino do Leicester
• Foto: EPA

O processo de adaptação de Jamie Vardy ao Leicester foi muito difícil. O futebolista proveniente do modesto Fleetwood Town passou a ser profissional nos foxes, que em 2012/13 militavam no Championship, e os golos não 'apareciam'. O desespero tomou conta do avançado. Ao ponto de querer regressar ao antigo clube ou mesmo tornar-se 'party rep', uma espécie de 'mestre da farra', em Ibiza (Espanha).

Quem o convenceu a desistir da ideia foi Craig Shakespeare, atual treinador principal - sucedeu a Claudio Ranieri - , que na altura era um dos adjuntos de Nigel Pearson.

"Lembro-me muito bem disso. Mas, felizmente, ele não foi para Ibiza. Acho que tomou a decisão certa. Jamie necessitava apenas de apoio, que acreditassem nele, que a equipa técnica dissesse que tinha fé nele. Na altura até lhe dissemos que ele não só tinha qualidade para jogar na Premier League, como também para chegar à seleção inglesa", revelou Shakespeare.

Vardy tornou-se mesmo num temível avançado e soma já 16 jogos internacionais, nos quais apontou seis golos. "Há alturas em que todos nós temos dúvidas nas nossas capacidades. O Jamie é o primeiro a admitir que estava a passar uma fase difícil. Eu, o Nigel e o Steve [Walsh, outro adjunto] estivemos cá para o apoiar. Dissemos que o queríamos aqui e que acreditavamos nele. E ele só necessitava desse apoio porque estava a duvidar de si próprio", encerrou Shakespeare.

Por António Espanhol
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.