Wayne Rooney sem poder conduzir durante dois anos

Jogador, apanhado embriagado ao volante, terá que cumprir 100 horas de trabalho comunitário

• Foto: Reuters

Wayne Rooney, do Everton, foi inibido de conduzir durante dois anos, depois de se declarar culpado por condução em estado de embriaguez.

"Após a audiência de hoje no tribunal, quero publicamente pedir desculpa pelo meu imperdoável erro de conduzir acima do limite legal. Foi totalmente errado", referiu o jogador, numa declaração na sua página oficial.

Rooney, de 31 anos, antigo 'capitão' da seleção inglesa, foi parado numa operação 'stop' da polícia, quando conduzia no início do mês perto de sua casa, nos arredores de Manchester.

Hoje, o jogador, que é o melhor marcador de sempre da seleção e do Manchester United, clube que deixou ao fim de 13 épocas e regressou ao Everton, entregou a sua declaração de culpa no tribunal de Stockport.

O futebolista disse ainda que "aceita a decisão do tribunal" e que espera poder contribuir com o "serviço comunitário", aproveitando também para endereçar desculpas à família, treinador, presidente e a todos do Everton.

"Agora, quero pedir desculpa a todos os adeptos e a todos aqueles que sempre me seguiram e apoiaram a minha carreira", acrescentou.

O tribunal decidiu ainda que Rooney terá que cumprir 100 horas de trabalho comunitário não remunerado.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0