Wenger apontou a Ronaldo nas críticas à Bola de Ouro?

Treinador não vê lógica num prémio individual num desporto coletivo

• Foto: Reuters
O futebol é um jogo coletivo e Arsène Wenger leva isso muito a sério. São conhecidas as críticas e os comentários depreciativos do treinador do Arsenal a (quase) tudo o que seja individualismo, pelo que a Bola de Ouro foi visada em várias ocasiões por alguém que se autoproclama inimigo de um prémio que distingue um, e apenas um, entre muitos.

O francês voltou esta sexta-feira a falar do tema e as suas palavras estão a ser interpretadas em Inglaterra e Espanha como sendo destinadas a Cristiano Ronaldo - e outros futebolistas que parecem obcecados com este troféu.

"Já todos vimos algumas pessoas que só pensam em sim mesmas porque estão obcecadas com a Bola de Ouro e não com a qualidade do desempenho da equipa em que jogam. Acredito que o futebol é um jogo coletivo, num Mundo em que tudo já é demasiado individualizado. Queremos respeitar o que é a essência do futebol, a qual, acima de tudo, é esforço de equipa", salientou Wenger

Por fim, o treinador francês do Arsenal adiantou: "Neymar começa a mostrar que será um concorrente para Messi."
Por António Espanhol
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas