Wenger e o duelo com Marco Silva: «Será um duro desafio»

Técnico do Arsenal não está surpreendido com os bons resultados dos tigers

• Foto: Reuters

Arsène Wenger reconheceu esta quinta-feira que a receção de sábado ao Hull City (12H30) será tudo menos fácil. Os tigers estão motivados pelos bons resultados trazidos por Marco Silva, nada que admire o treinador do Arsenal.

"Não estou propriamente surpreendido porque já sentia que eles jogavam bem desde o iníco da temporada, mas os resultados nem sempre apareciam. A Premier League é difícil para todos. Eles perderam alguns jogos e por vezes tiveram azar, mas são um duro desafio para nós", referiu na antevisão da partida.

Questionado sobre se a esperança do Arsenal em chegar ao título acabou depois da derrota com o Chelsea, o técnico recusou atirar a toalha ao chão: "Não acabou. Não penso isso. Se virmos bem, estamos todos muito próximos e a luta por cada posição é dura, como é sempre na Premier League. Talvez até seja mais esta temporada. Se acabou para nós, então acabou para os outros, porque estamos ali todos juntos".

Contudo, Wenger admitiu que a luta está complicada e que é fundamental obter os três pontos diante do Hull City.

"O top-4 é sempre difícil e este ano ainda mais. A maneira como vamos responder ao resultado dececionante do último sábado será vital", atirou, até porque, segundo diz, "o Chelsea tem uma vantagem: não está nas competições europeias, logo não tem jogos a meio da semana".

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.