Javier Mascherano e a saída do Liverpool: «Não cumpriram a palavra»

Ex-Jogador argentino recorda transferência para o Barcelona

• Foto: Reuters

Javier Mascherano, antigo jogador do Barcelona e do Liverpool, entre outros clubes, contou numa entrevista à revista 'FourFourTwo' os motivos que o levaram a deixar Anfield em 2010, garantindo que o clube inglês não se portou bem com ele.

"Estava muito chateado porque eles não estavam a cumprir a sua palavra. Havia um acordo entre nós que dizia que se o Liverpool recebesse uma proposta decente por mim deixavam-me sair", recordou Mascherano, de 36 anos.

O médio reconheceu que houve contactos para renovar o contrato mas que depois da saída de Rafa Benítez as coisas mudaram. Por isso decidiu ir para o Barcelona. "Tínhamos falado em prolongar o meu contrato, mas parecia que os dirigentes não se preocupavam comigo. Na pré-temporada, depois da saída do Benítez e com a chegada do Hodgson, tivemos uma reunião com o diretor desportivo, Christian Purslow, que me disse que eu podia sair se chegasse uma boa proposta. Depois, quando ela chegou, o Liverpool olhou para o lado."

Mascherano recusou-se a participar num jogo frente ao Manchester City para forçar a saída do Liverpool, rumo ao Barcelona. "Disse ao clube que queria sair por motivos familiares, estava muito chateado para fazer o que fiz. Não havia outra opção, caso contrário o Liverpool não cumpriria a sua promessa", explicou o jogador, que veste a camisola do Estudiantes.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liverpool

Notícias

Notícias Mais Vistas