Salah desafiou a Física e marcou com ângulo de 4,3 graus

Jornal 'As' analisou golo do egípcio frente ao Salzburgo

• Foto: Reuters

O Liverpool foi à Áustria vencer o Salzburgo por 2-0 e carimbou a passagem aos oitavos de final da Liga dos Campeões com o primeiro lugar do Grupo E, num jogo que ficou marcado por um golo de difícil execução assinado por Mohamed Salah.

Ainda ao serviço da Roma, em 2016, o egípcio já havia marcado um golo de ângulo quase impossível e na terça-feira repetiu a proeza com uma execução que foi bastante elogiada. Entre outros, o próprio treinador do Liverpool apelidou de "sensacional" o tento do seu jogador.

Um minuto depois de Naby Keita ter inaugurado o marcador, o egípcio foi lançado em velocidade no lado direito do ataque, superou um defesa e contornou o guarda-redes dos austríacos para, de um ângulo bastante apertado, fazer o segundo golo dos reds.  

Em Espanha, o jornal 'AS' decidiu analisar o lance e concluiu que o golo de Salah desafiou as leis da Física. O avançado do Liverpool rematou a escassos 5,5 metros da linha final quando tinha o poste mais próximo a 17,3 metros de distância e o segundo poste a 23,7 metros. 

Com estas medidas, o 'AS concluiu que Salah alvejou a baliza austríaca com um ângulo de 4,3 graus e dispunha apenas de uma área de 1,3 metros para fazer a bola entrar na baliza. Mas a dificuldade do golo aumentou ainda mais porque o egípcio rematou com o seu 'pior' pé (o direito), teve de abrandar subitamente antes de bater na bola após um longo sprint e tinha ainda a pressão do guarda-redes Cican Stankovic e defesa Jérôme Onguéné.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liverpool

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.