Mourinho: «Sinto-me triste. Top-4? Vai ser muito, muito difícil...»

Treinador do Tottenham lamenta derrota frente ao West Ham e aponta baterias à Liga Europa

O Tottenham de José Mourinho somou este domingo a quinta derrota nos últimos seis jogos para a Premier League. A equipa orientada pelo treinador português continua a ter dificuldades em somar pontos e subir lugares na tabela classificativa e o próprio técnico assegurou hoje que os lugares de Champions vão ser muito difíceis de conquistar.

Em declarações no final da partida, José Mourinho revelou estar "triste" pelo resultado obtido frente ao West Ham, elogiou o esforço dos jogadores e voltou a esclarecer a situação de Gareth Bale e por que razão o galês não soma mais minutos de jogo.

"Sinto-me triste, obviamente. Penso que merecíamos um resultado diferente por aquilo que jogámos hoje, especialmente durante a segunda parte. Este é o meu sentimento e um bocadinho de Dejà vu. A linha defensiva do West Ham foi brilhante. Os defesas centrais deles dificultaram-nos e muito a partida. Começámos a partida com um erro e a segunda parte com outro", começou por referir o técnico luso, em declarações citadas pela 'BBC'.

"A equipa tentou de tudo na segunda parte. Tivemos oportunidades, acertámos no poste, tivemos grandes cruzamentos à 'boca' da baliza. Tivemos claras ocasiões para rematar, podíamos e devíamos ter marcado mais golos", acrescentou.

Erros nos golos concedidos e espírito de luta dos jogadores

"Eu tenho falado sobre isto já há algum tempo e nunca é bom mantermo-nos na mesma página. Eu acredito que as pessoas que viram o jogo conseguem compreender perfeitamente a natureza dos golos que concedemos hoje. Eles lutaram, não é uma crítica minha, estou a louvar o espírito de luta deles. Eles lutaram, lutaram muito, mas só lutaram. Fomos a única equipa que tentou jogar mas os rapazes não tiveram sorte."

Situação de Gareth Bale

"Eu conheço a qualidade dele. Eu não posso dizer tudo, não devia e não quero. Acredito que, como treinador, não tenho de falar muito sobre a situação, mas com o Gareth Bale completamente apto e pronto para jogar 90 minutos de cada jogo, claro que sim. Estamos a tentar de tudo para ele recuperar e estar a um bom nível. Jogou 65 minutos na quinta-feira e hoje não pôde começar o jogo, não tinha 90 minutos para nos dar, mas estou feliz porque sabemos o que ele traz à equipa, traz a sua qualidade. Teve um remate muito azarado porque naquela situação tivemos duas oportunidades para marcar e não conseguimos."

Busca pelo top-4 "vai ser muito difícil, muito muito difícil"

"Antes do jogo não me concentrei na tabela classificativa, concentrei-me no jogo e o principal objetivo era ganhar e quando ganhas olhas para a tabela para ver onde estás. É muito difícil pensar nos quatro primeiros lugares, desse top-4, existem cinco ou seis equipas que estão a fazer pontos. Vai ser muito difícil, muito muito difícil. A Liga Europa vai ser uma oportunidade excelente para conseguirmos esse lugar na Liga dos Campeões e ganhar um troféu ao mesmo tempo. Os rapazes lutaram e quando eles fazem-no podemos acreditar que coisas positivas podem acontecer", terminou.

Por Sérgio Magalhães
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Tottenham

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.