Antigo árbitro assume que golo de Rafael Leão foi irregular mas... não podia ser anulado

Avançado português do Milan marcou aos 6 segundos e entrou para a história da liga italiana

Rafael Leão apontou assim o golo mais rápido da história da liga italiana

Rafael Leão marcou o golo mais rápido da história da Serie A quando, aos 6 segundos, colocou o AC Milan a vencer no reduto do Sassuolo. O golo do avançado português tem gerado alguma discussão e há quem defenda que foi conseguido de forma irregular, como um antigo árbitro italiano que, através do Twitter, admitiu a ilegalidade do lance mas sublinhou que não podia ter sido anulado por questões relacionadas com o protocolo do VAR.


"Vamos dissipar uma possível controvérsia pela raiz. No primeiro golo do Milan, Leão tem um pé na outra metade do campo. Teoricamente, é irregular, mas não está sujeito a análise do VAR: não são permitidas análises ao pontapé inicial", escreveu Luca Marelli. Quando Hakan Calhanoglu e Brahim Diaz dão o pontapé inicial, Rafael Leão já está com um pé dentro da outra metade do campo, o que é irregular. Contudo, tal como Marelli aponta, o VAR não pode intervir nessas circunstâncias e, mesmo que o lance fosse analisado ao detalhe, o golo não poderia ser anulado.

O antigo árbitro comparou ainda o lance com outras situações do jogo em que os árbitros costumam 'fechar os olhos', como no caso dos lançamentos de linha lateral. Segundo Marelli "não há um único feito no sítio exato da saída da bola".

Por André Antunes Pereira
34
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de AC Milan

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.