Record

Allegri: «O Inter e o Nápoles são anti-Juve»

Treinador dos bianconei preparado para duelo de amanhã com os nerazzurri

• Foto: EPA
Se a Juventus já dominava o futebol em Itália, com a chegada de Cristiano Ronaldo essa supremacia acentuou-se. Por isso não é de estranhar que os principais rivais dos bianconeri encarem os campeões como o alvo a abater, conforme constatou esta quinta-feira o treinador Massimiliano Allegri, na antevisão da partida de amanhã, com o Inter.

"Amanhã vai ser um jogo importante, será fascinante, é uma rivalidade que vai além da classificação. Estas duas equipas, juntamente com o Milan, fizeram a história do futebol italiano, será um jogo emotivo, mas ao mesmo tempo muito tático frente a uma equipa que cresceu muito em termos de autoestima. São, juntamente com o Nápoles, anti-Juve", considerou o treinador.

"Não creio que os outros joguem para o segundo lugar. O Ancelotti diz várias vezes isso... Ainda vamos ter de fazer muito este mês de dezembro e temos de encarar um jogo de cada vez. Temos de ser constantes e ao mesmo tempo melhorar os nossos desempenhos", prosseguiu.

Sobre a equipa que vai alinhar amanhã, Allegri tem algumas dúvidas. "Vou avaliar hoje porque o Bentancur tem um problema nas costas. O Emre Can será convocado e pode até jogar. Na defesa, não sei se o Cancelo e o De Sciglio vão mudar posições outra vez. Pode acontecer durante o encontro."

No que diz respeito ao adversário, o treinador já tem a lição bem estudada. "Eles jogam bem. Depois têm o Icardi, um finalizador extraordinário. Pontos fracos? Temos de os tornar evidentes. Eles estão a crescer, têm um bom treinador e bons jogadores, como o Icardi, o Perisic e o Politano."
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas