Berlusconi vende AC Milan por 700 milhões de euros

Identidade de investidores chineses ainda é desconhecida

• Foto: Getty Images

O 'Tuttosport' adianta na edição desta quarta feira que Silvio Berlusconi terá chegado a acordo com um grupo de investidores chineses para vender o AC Milan por 700 milhões de euros. Segundo aquele diário transalpino, o antigo primeiro-ministro italiano terá aceite a proposta, após um longo e intenso período de negociações.

Não existem, por agora, muitos pormenores sobre os contornos do negócio e menos ainda sobre as identidades dos investidores. Sabe-se apenas que as negociações foram concluídas num escritório de advocacia em Roma e que um primeiro esboço de acordo deverá  ser assinado entre sexta e segunda-feira.

Em relação aos nomes do investidores, sabe-se que Jack Ma é o representante do grupo chinês e, segundo o 'Tuttosport', Robin Li, o sexto homem mais poderoso da China para a revista Forbes, é também um possível investidor.

O grupo passará a deter 100 por cento das ações do clube - 70 por cento, numa fase inicial, e 30 por cento, de forma faseada, ao longo de um ano. Ao todo, os chineses colocarão sobre a mesa entre 700 e 720 milhões de euros, para comprarem o gigante de San Siro. A fase da análise das contas do clube terminou na passada semana, refere ainda o diário italiano.

Por João Lopes
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.