Caos em Nápoles: presidente ameaça cortar 5% dos salários e Ancelotti joga com 'blackout'

Equipa joga este sábado em casa frente ao Génova

Sábado é dia de jogo para o Nápoles, que na 12.ª jornada da Serie A recebe o Génova. Mas o momento que se vive no clube italiano é de cortar à faca, com o presidente a ameaçar agora cortar 5% nos salários dos jogadores, enquanto Carlo Ancelotti, apontado por Aurelio De Laurentiis como responsável por toda a situação, joga a cartada do 'blackout' à espera de resolver a crise. 

De acordo com o 'Corriere dello Sport', os jogadores estão decididos a não recuar neste braço de ferro; e a personalidade autoritária de Aurelio De Laurentiis não ajuda e a ameaça de cortar 5% dos salários pode ainda fazer mais mossa.

No meio encontra-se Carlo Ancelotti. o treinador colocou-se ao lado dos jogadores, boicotou a conferência de imprensa após a Champions, reuniu-se com o presidente do clube, mas a sua tarefa parece cada vez mais complicada, podendo mesmo bater com a porta. Até sábado, pelo menos, há 'blackout'.

A jogar em casa, a exibição e o resultado frente ao Génova podem ser fundamentais para a resolução da crise que se instalou em Nápoles.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.