Inter oferece salário de 15 milhões/ano para convencer Simeone ou Conte

Resta saber quem aceita tornar-se o mais bem pago da Europa

• Foto: DR Record

A Suning, multinacional chinesa de material eletrónico, que em junho de 2016 adquiriu 70 por cento do Inter de Milão, está disposta a pagar 15 milhões de euros por ano ao treinador que assumir o comando da equipa na próxima temporada.

Motivo: a época catastrófica que os 'nerazzuri' estão a realizar e que culminou, no passado domingo, com uma inexplicável derrota (1-0) no terreno do Génova. Stefano Pioli, o terceiro treinador da temporada, depois de Roberto Mancini e Frank de Boer, tem os dias contados e o sucessor será aquele que aceitar este salário estonteante.

Os candidatos são dois: Antonio Conte, do Chelsea, e Diego Simeone, do Atlético Madrid. Até ao momento, nenhum dos pretendidos mostrou, publicamente, interesse em mudar de ares, até porque, como adianta o 'Corriere dello Sport", que avança com a notícia, este não é um valor líquido. Está dependente da prémios e bónus, vinculados a resultados desportivos.

Paralelamente ao salário que faria de Conte ou Simeone o treinador mais bem pago do futebol europeu, os responsáveis do Inter Milão propõem um projeto importante, com uma nova incursão no mercado e contratação de jogadores que possam acrescentar experiência e qualidade ao plantel.

João Mário, que perdeu claramente estatuto após a chegada de Stefano Pioli ao comando técnico do Inter, terá novo treinador na próxima temporada. Isso é certo. Resta saber se será Conte, Simeone ou nenhum dos dois.


Por João Lopes
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas