Depois da conferência de Cancelo, seguiu-se a habitual apresentação na loja da Juventus, no estádio. João Cancelo entusiasmou as dezenas de crianças que ali estavam e distribuiu autógrafos, com os mais pequenos a entoarem o seu nome – ao contrário do que aconteceu com Emre Can, ninguém gritou por Cristiano. Porém, depois da cerimónia propriamente dita, os adeptos começaram a reunir-se junto à zona da loja onde são estampadas as camisolas. E aí... fazia-se fila para conseguir uma com o número 7 e o nome de Ronaldo, que deixou todos os outros, inclusive Cancelo, a longa distância. Os pedidos eram tantos que os funcionários pareciam saídos de uma linha de montagem...

Autor: João Socorro Viegas