Dono da Sampdoria ameaça Juventus devido a rumores sobre saúde de Schick

Avançado fez exames médicos em junho mas a contratação ainda não foi oficializada

• Foto: Getty Images

A transferência de Patrik Schick da Sampdoria para a Juventus ameaça tornar-se um imbróglio administrativo que representa já sérios prejuízos para a imagem e futuro do internacional checo, uma vez que o clube de Turim tarda em oficializar a transferência no meio de uma onda rumores sobre a saúde e condição física do avançado de 21 anos, criada depois da realização dos exames médicos, no final de junho.

A situação chegou a tal ponto que Massimo Ferrero, principal accionista da Sampdoria, se sentiu obrigado a sair em defesa de Schick, ameaçando a Juventus com a anulação da transferência que ficou acordada por 25 milhões de euros, valor acionável até 30 de junho.

"É uma farsa! Ele é bastante saudável. O que eles encontraram é o equivalente a uma constipação. Se a Juventus quer recuar, ele será transferido para um dos outros quatro clubes que estão dispostos a contratá-lo", ameaçou Ferrero em declrações ao jornal genovês 'Il Secolo XIX', reforçando:

"Penso que ele acabará na Juventus. Caso contrário ficaremos com ele e uma vez que a cláusula de rescisão expirou, faremos um negócio não por 30 milhões de euros, mas por 40 ou 50."

A intenção da Juventus será alterar as condições do negócio, passando a impor uma temporada de empréstimo de forma a avaliar o potencial do jovem avançado, algo que o proprietário do clube de Génova não equaciona: "A Sampdoria não vai recuar nem um milímetro nas condições acordadas."

"O rapaz é saudável, pode jogar, mas agora vamos ter de nos preocupar em descobrir quem é que colocou esses rumores em circulação, os quais podem causar sérios danos à imagem de um dos maiores talentos do futebol europeu da atualidade", encerrou Ferrero.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas