O Palermo venceu a Supertaça do Campeonato de Primavera 2 e alcançou a subida ao principal escalão da categoria. O sucesso foi alcançado com a ajuda de dois portugueses: João Silva comandou a defesa e capitaneou a equipa até ao título, enquanto Zé Maria foi o motor e um dos principais desequilibradores das águias. Hoje, na final, o Palermo bateu o Novara por 1-0.

Aos 20 anos, João Silva cumpre a terceira temporada em Itália e na edição transata foi mesmo eleito para o onze ideal do Campeonato de Primavera. O central canhoto foi descoberto pela Juventus no Imortal de Albufeira e já representou também Udinese e Virtus Entella.

No Palermo cruzou-se com Zé Maria, extremo que fez o início da formação no Portimonense. Um ano mais novo, o jogador despertou cedo a atenção dos próprios treinadores da equipa principal que, regularmente, o foram chamando para os treinos. Em Portugal, as suas capacidades também mereceram uma chamada para um estágio da Seleção Sub-18.

Autor: Ricardo Vasconcelos